sábado, 17 de abril de 2010

Alice in Wonderland

País das Maravilhas como você nunca viu!

Alice in Wonderland

Desenvolvimento: Etranges Libellule | Editora: Disney Interactive Studios

Toda vez que um filme é anunciado e um jogo vem logo atrás por conssequencia acabamos torcendo o nariz. E quem poderia nos culpar? Afinal, normalmente o resultado é de chorar. Para o meu espanto, o game é bem interessante. O clássico de Lewis Carrol, a loucura de Tim Burton e os olhos da Disney Interactive Studios surtiram resultados positivos. Aqui, Alice é levada mais uma vez ao País das Maravilhas, sendo a única esperança de libertar o reino das garras da cruel Rainha Vermelha.

Para cumprir esta árdua tarefa, você assume o papel de vários companheiros de Alice, como o Chapeleiro Maluco e o Coelho Branco. Os personagens são muito carismáticos, cada um com habilidades originais e únicas que, normalmente, devem ser usadas em conjunto para superar os desafios. Em especial, o poder de “erspectiva”do Chapeleiro Maluco, dará um novo significado à expressão: “Algumas pessoas vêem um copo meio vazio, outras meio cheio.”

Alice in Wonderland

Desenvolvimento: Etranges Libellule | Editora: Disney Interactive Studios

Quanto à aventura, tudo se mostra muito quadrado no seu desenvolvimento, pois existem horas para explorar e horas para lutar. Assim, geralmente, você primeiro terá que explorar as localidades e superar os desafios, para depois lutar contra os Soldados de Carta, onde terá que defender a sua vida e a de Alice, que está sempre ao seu lado.

Os combates são interessantes, pois com as habilidades únicas dos heróis, existem várias maneiras de derrotar os oponentes. Tudo seria ótimo se não tivéssemos nossa diversão comprometida ao lutar contra os Soldados Carta - e contra a câmera do game, já que ela sempre procura os piores lugares para se posicionar.

Mas, a jornada pelo País das Maravilhas será um passeio agradável, graças aos gráficos belos e coloridos, que contam com personagens bem feitos e cenários amplos. O som acaba desapontando, as músicas, embora bonitas, se mostram muito parecidas umas com as outras e a dublagem se salvaria se não fosse por um detalhe: a voz da personagem principal. Pessimamente dublada, a voz insossa e sem emoção de Alice se contradiz ainda mais pela ótima dublagem dos outros personagens.

"Alice in Wonderland" acabou sendo uma boa surpresa mesmo sendo mediano, pois consegue ser muito melhor que alguns que aparecem por aí.(FONTE: MSN)

0 comentários:

Postar um comentário